terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Amor Declarado

Meus queridos, não me apetece falar de dados técnicos da gravidez nem sequer debater a incógnita que é o sexo do nosso bébé, no entanto tenho de vos segredar o que me vai na alma...



São para já as 23 semanas mais alucinantes da minha vida, a minha mente vive inundada de magia e de novas sensações...

Sempre sonhei o momento da paternidade como algo único, hoje não só confirmo esta ideia como finalmente percebo que a vida não pára de nos surpreender...

Falo em Paternidade já, porque desde o momento em que ouvi aquele coraçãozinho bater, embarquei na mais belas das viagens; a da Cegonha que me leva em classe excutiva rumo à maior das aventuras... ser PAI.

A pancada que levo no quotidiano atenua-se quando vejo a minha Mónica com aquela cara de mamã gorducha a segurar aquela imponente e linda barriga que contém a coisa mais valiosa da nossa vida...

As chatices do resto do Mundo perdem expressão quando o/a sinto mexer... (para que conste houve grande festa no T0 quando o grande Pedro Mantorras facturou!!)


Pergunto:

Que Amor é este que me anestesia de tudo o que é mau na vida???

Respondo:

É o Amor que todos os que são Pais sentem ou deveriam sentir!!!

Beijinhos a todos

5 comentários:

Zariza disse...

Paizão babado

Anónimo disse...

O verdadeiro sentido da tua vida!!!
Revi-me nas tuas palavras amigo!
Pode ter sido o pior dos dias, mas ao chegar a casa e ver a futura mamã com a minha cria dentro daquele barrigão, faz-nos esquecer tudo!

Mãe-Te-Quer disse...

Que belas palavras!
Parabéns pelo sentimento e muito mais por conseguires verbalizá-lo!

Sarita disse...

Olá querida mamã.
Tens um miminho no meu blog

Sarita disse...

passa no meu cantinho, tens lá um desafio á tua espera.

Beijinhos